21 December, 2014

Viagens: Missão Eurotrip - Parte III

by Carolina Bastos No Comments

Diário de viagem...


02 de Abril de 2014: Partiu Madrid

Chegamos no aeroporto de Barajas, em Madrid. Passamos pela polícia federal, não houve muito questionamento. Perguntaram somente quantos dias ficaríamos se já tínhamos lugar onde ficar e passagens de retorno, por fim, passaporte carimbado, entrada autorizada.
 O aeroporto de Barajas é enorme, para pegarmos nossas malas, tínhamos que pegar um metrô.
Ficamos hospedas no The Cat's, na minha humilde opinião, o melhor hostel que ficamos, nesta viagem.


05 de Abril de 2014: Partiu Roma

Comprei as passagens antecipadamente pela companhia Vueling (Low-Cost), tínhamos que acordar cedo para pegar o vôo com destino a Roma. Esse dia foi o mais "tenso" da nossa viagem. Perdemos a hora, chegamos no aeroporto já tinha terminado o check-In... Acabamos perdendo o vôo. Não tivemos nenhum apoio da companhia aérea. Sentamos no chão do aeroporto e pensamos no que fazer. Saímos andando feito loucas pra cima e pra baixo, na busca da passagem barata para chegar a Roma, depois de muito vai e vem com malas pesadas, sobe desce de escadas rolantes, entra e sai em ônibus, por fim conseguimos comprar as passagens para Roma, pagamos um preço absurdo, porém era aquilo ou nada.
Finalmente chegamos em Roma, nos hospedamos no The Yellow Hostel. Este hostel possui uma vida noturna alegre, pois tem um Pub, onde toda noite os hospedes se reúnem para tomar uns "bons drinks" e fazer amizades. Nosso quarto era compartilhado misto com 6 camas. O café da manhã era pago.
Para conhecer os principais pontos turísticos tínhamos que pegar metrô, ou estar disposto a caminhar (fizemos os dois). Roma é simplesmente encantador, a experiência de poder ver pessoalmente tudo oque aprendemos nos livros de história, é encantador. 

10 de Abril de 2014: Partiu Barcelona


Depois de dias inesquecíveis em Roma, pegamos nossas “malinhas” e seguimos para Barcelona. Esse era o momento mais esperado da viagem, porque tivemos muitas recomendações positivas, principalmente para quem busca badalação e gosta de fazer compras. Nos hospedamos na rede St. Christophers Inn, quarto compartilhado misto para 10 pessoas, oque eu gostei desse hostel é que as camas tem uma cortina, que lhe permite certa privacidade, e cada cama tem uma tomada e uma luz, eu achei um máximo. O Hostel oferece café da manhã. a vida noturna é agitadíssima. Duas das baladas mais frequentadas por turistas são Razzmatazz e Sala Apolo. Estive somente na Apolo, para quem gosta de música eletrônica, vai gostar, eu achei legal, porém nada de diferente das outras baladas. A La Rambla, todo mundo que vai para Barcelona, tem que conhecer,é um calçadão que vive sempre movimentado, tem muitas lojas, restaurantes, cafés, floriculturas e performances de vários tipos (mímicos, atores, músicos etc.)

16 de Abril de 2014: Partiu Madrid


No meu roteiro de viagem, deixei alguns dias livres, para decidir na hora, oque fazer. Pramim não deu muito certo isso, explico porque... Quando estava em Barcelona, decidi ir para Portugal antes de retornar a Madrid, só que passagens áreas quando compradas de ultima hora podem sair muito caro, e também tem problema de não ter transporte na data/hora desejada, seja de avião ou trem. Então acabei voltando um pouco antes para Madrid, para curtir os últimos dias de férias.
Depois de 10 horas de viagem no trem noturno (o mais econômico), retornamos à Madrid. Eu amei Madri, amei o hostel que ficamos The Cat’s, os pubs Crawl foram os melhores, em um destes Pub Crawl, fomos para a discoteca Kapital.
O jardim botânico de Madrid é lindoooo, visitamos o museu Reina sofia, onde tem obras de Pablo Picasso. Passamos por todas as lojas Zara que vimos na nossa frente, ou seja, em toda esquina, enfim, curtimos todos cada minuto, foi uma experiência sensacional.

22 de Abril de 2014: Partiu Brasil

A minha conclusão sobre tudo isso? ....Viajar é experiência de vida, é ter oportunidade de conhecer novas culturas, pessoas que jamais imaginaríamos conhecer, é sair da bolha e ver que o mundo é bem maior do que pensamos. Ter a oportunidade de passar o aniversário em Barcelona, foi sem dúvidas o maior presente...O check-out nos "hostels" nunca foi tão prazeroso (mesmo sendo maravilhoso o lugar) porque sabíamos que teríamos a chance de conhecer um novo lugar, até subir e descer com as malas pesadas nos transportes públicos não era nada sacrificante, vivemos dias de mochileiros mesmo, nada de luxo, oque mais queríamos era aproveitar cada instante que Deus nos deu a honra de viver...Enfim, voltamos com energias renovadas, vontade de trabalhar ainda mais, para ter o prazer de continuar seguindo viajando e desbravando novos lugares, porque descobrimos que o céu é o limite pra quem tem fé.